MEC confirma reajuste de quase 15% no piso salarial dos professores

A luta agora é garantir o pagamento do piso integral para 24 horas, conforme aprovado em assembleia no final de 2022. O salário da categoria sofre um arrocho grave nos últimos 6 anos, em 2016 o pagamento era integral para 24 horas. Com uma política de apenas fazer a recomposição inflacionária o salário do magistério teve uma perda muito grande nesse período.

A lei do piso salarial dos professores, sancionada em 2008, estabelece que o reajuste deve ser feito anualmente, no mês de janeiro. O ministro da Educação, Camilo Santana, anunciou nesta segunda-feira (16) um reajuste de quase 15% no piso salarial dos professores, que passará de R$ 3.845,63 para R$ 4.420,55.

O piso salarial é definido pelo governo federal, mas os salários da educação básica são estabelecidos e pagos pelas prefeituras e pelos governos estaduais.

” Agora com a confirmação por parte do MEC do aumento de quase 15%, com o valor de R$4.420,55, iremos lutar junto a Prefeitura Municipal para garantirmos esse importante benefício para a categoria, uma vez que nos últimos 6 anos o salário desvalorizou muito e com o aumento da inflação o poder de compra do professor caiu muito e isso interfere diretamente na qualidade de vida de todos os envolvidos. Não existe uma educação de qualidade com professor desvalorizado”, explicou Dulcinéia Costa, presidente do Sipromag.

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s